Qualidade da Água

Parâmetros mais Importantes

Para analisar a qualidade da água fornecida a população o SAAE de Jaguaribe assim como outros órgãos do segmento seguem parâmetros definidos pelo Ministério da Saúde através da Portaria nº 2914/11. Listamos abaixo a definição dos mais importantes.

Os parâmetros se dividem em três, são eles:

Parâmetros Físicos

  • Cor

    A presença de cor na água é resultado de resíduos de origem mineral ou vegetal, causada por substâncias como ferro ou manganês, decomposição da matéria orgânica da água, resíduos orgânicos ou inorgânicos proveniente dos esgotos de indústrias e domésticos.

  • Turbidez

    Representa o grau de interferência passagem da luz na água, dando-lhe a aparência turva. É atribuída principalmente às partículas sólidas em suspensão que diminuem a sua transparência e reduzem a transmissão da luz no meio. Pode ser provocada por plâncton,algas,detritos orgânicos e outras substâncias como: zinco, ferro, compostos de manganês e areia, resultantes do processo natural de erosão ou adição de despojos domésticos ou industriais.

  • Temperatura

    É Medida da intensidade de calor na água, uma vez que esse parâmetro influi em algumas propriedades da água como a densidade, viscosidade e oxigênio dissolvido. É resultante da transparência de calor por radiação, condução e convecção ( atmosfera e solo ) ou provenientes de águas de torres de resfriamento e despejos industriais.

  • Sabor e Odor

    Resultam de causas naturais tais como: vegetação em decomposição, bactérias, fungos ou compostos orgânicos como gás sulfídrico e artificiais (esgotos industriais e residual).

Parâmetros Químicos

Segundo Richetr e Azevedo 1991, as análises químicas da água determinam de modo mais preciso e explicito as características da água e assim são mais vantajosas para se apreciar as propriedades de uma amostra. São de grande importância, tanto do ponto de vista sanitário como econômico. Algumas análises como a determinação de cloretos, nitritos e nitratos, bem como teor de oxigênio dissolvido, permitem avaliar o grau de poluição uma fonte de água.

  • pH (Potencial Hidrogeniônico)

    O ph representa a concentração de íons hidrogênio em uma solução e corresponde ao logaritmo do inverso da concentração de íons H+ na solução. Indica se uma água é ácida, neutra ou alcalina. Sua origem depende de características naturais, mas pode ser alterado pela introdução de resíduos no corpo hídrico.

  • Alcalinidade

    Resulta da presença de sais alcalinos, principalmente de cálcio e sódio. Mede a capacidade de neutralizar os ácidos; provem da dissolução das rochas ou despejos industriais. Em teores elevados proporciona um sabor desagradável à água, além de contribuir para salinidade da água.

  • Dureza

    É proveniente da presença de sais alcalinos terrosos (cálcio e magnésio) ou de outros metais em menor intensidade. Provêm da dissolução de rochas calcárias ou despejos industriais. Em teores elevados, causa sabor desagradável e efeitos laxativos provocam incrustações nas tubulações e caldeiras.

  • Cloreto

    Adquire-se a presença de cloreto na água através da dissolução de minerais ou da intrusão de águas do mar; podem advir dos esgotos residuais ou industriais. Quando em altas concentrações conferem sabor salgado à água ou propriedades laxativas.

  • Ferro e Manganês

    São produtos que, em excesso na água podem causar problemas, como: coloração avermelhada no caso do ferro, ou marrom do manganês. Estão presentes nas formas insolúveis numa grande quantidade de tipos de solo. se originam da dissolução do solo ou e despejos industrias. Quando presente na água pode causar cor, além de manchar roupas durante a lavagem.

  • Sólidos Dissolvidos

    Os sólidos dissolvidos são naturalmente encontrados nas águas devido ao desgaste das rochas por intemperismo. Grandes concentrações decorrem do lançamento de esgotos domésticos e despejos industriais. Excesso de sólidos dissolvidos na água pode causar alterações de sabor e problemas de corrosão em tubulações de distribuição. Em águas utilizadas para irrigação, pode gerar problemas de salinização do solo.

  • Nitrogênio

    Está presente na água sob varias formas: nitrito, nitrato e nitrogênio amoniacal e molecular. É proveniente de sólidos em suspensão e sólidos dissolvidos, este elemento eu excesso ocasiona o desenvolvimento de organismos e em certos casos podem causar eutrofização dos recursos hídricos. Suas origens provem de constituintes de proteínas, clorofila e vários outros compostos biológicos, alem dos despejos de esgotos residual e industrial, excremento de animais e fertilizantes.

  • Matéria Orgânica

    Resultante de sólidos em suspensão e sólidos dissolvidos, de despejos domésticos e industriais, é uma característica de extrema importância nos corpos d’água, pois implica no grau de poluição de uma água que consecutivamente dificultará no consumo de oxigênio pelos seres autótrofos. Os principais componentes orgânicos encontrados são os compostos de proteínas, os carboidratos, a gordura, óleo, alem da uréia, surfactantes, fenóis, pesticidas e outros em menores quantidades.

  • Fluoretos

    Os compostos de flúor são encontrados, de modo geral, em quantidades maiores nas águas subterrâneas do que nas superficiais. A solubilidade do fluoreto e a quantidade em que este se encontra na água dependem da natureza da formação rochosa, da velocidade com que a água passa sobre as rochas, da porosidade dessas rochas e da temperatura local. O conteúdo de fluoretos tende a ser mais elevado em águas temperadas e alcalinas.

    São amplamente conhecidos os efeitos benéficos dos fluoretos na prevenção de carie dentaria. Toda via, quando presente em concentrações muito elevadas possa eventualmente, causar fluorose dentaria e danos nos esqueletos das crianças ou adultos.

  • Alumínio

    Os sais de alumínio, como por exemplo, o sulfato de alumínio, são largamente utilizados no tratamento de água para a remoção de cor e da turbidez.. São encontrados na crosta terrestre, ocorrendo em minerais, rochas e argila. O alumínio presente na água potável contribui somente em pequena proporção na ingestão diária de alumínio pelo homem. A grande proporção na ingestão do alumínio se deve aos alimentos que contem grandes quantidades desse elemento.

  • Cloro

    Define-se cloração como sendo a aplicação do cloro à água, não somente com a finalidade de desinfecção, mas frequentemente para se obter outros resultados químicos ou biológicos. A cloração melhora a coagulação de muitas águas na remoção da cor pó influencia de ferro. Eliminar as acumulações biológicas nas estações de tratamento, como também eliminar a decomposição biológica do lodo e reduzir a produção de certos odores e sabores na água.

Parâmetros Biologicos

Segundo Richetr e Azevedo 1991, as características biológicas das águas são determinadas através de exames bacteriológicos e hidrobiológicos; entre os primeiros se destaca a pesquisa do numero de coliformes totais ou fecais presentes na água. Os coliformes são bactérias que normalmente habitam os intestinos dos animais superiores. A sua presença indica a possibilidade de contaminação da água por esgotos domésticos. Contudo, nem toda água que contenha coliformes é contaminada e, como tal, pode, veicular doenças de transmissão hídrica.

O objetivo dos exames bacteriológicos da água é fornecer informes a respeito da sua potabilidade, isto é, ausência de risco de ingestão de microrganismos causadores de doenças, geralmente provenientes da contaminação pelas fezes humanas e outros animais de sangue quente.


SAAE - Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Jaguaribe
Rua 7 de Setembro, nº 440, Bairro Centro - Jaguaribe, Ceará - CEP: 63.475-00
(88) 3522-1487 - (88) 3522-1118
saaejbe@hotmail.com

Ciebit.com